Buscar
bcachorro
bgato
bpeixe
bpassaro
bfarmacia

Meticorten Veterinário 5 mg - 10 comprimidos

Por: R$ 15,83

Preço a vista: R$ 15,83

/giftlist/create /giftlist/product True O Tipo de Lista selecionado requer um endereço de entrega. Você será redirecionado para a criação da lista e retornará para esta página ao concluir o cadastro. Todos os Produtos selecionados serão incluidos à sua nova Lista Você precisará incluir os Produtos após o cadastro de sua nova Lista
  • Sua Lista foi criada com sucesso
  • #quantidade# Produto(s) adicionado(s) à sua Lista
  • #quantidade# Produto (s) selecionado(s) já existia(m) em sua Lista
  • Clique aqui para gerenciar sua Lista
  • 944 Meticorten Veterinário 5 mg - 10 comprimidos

    NOSSAS AVALIAÇÕES

    Descrição do Produto

    Anti-inflamatório com potente ação anti-inflamatória, antireumática e antialérgica no tratamento de distúrbios que respondem aos corticosteróides.
    Fórmula

    Cada comprimido contém:
    Prednisona...............5.00 mg
    Excipiente q.s.p........ 200.00 mg

    Meticorten® Veterinário 5 mg possui uma potente ação anti-inflamatória, antireumática e antialérgica no tratamento de distúrbios que respondem aos corticosteróides. O início da ação de Meticorten® Veterinário 5 mg é rápido, e seus efeitos começam a ser observados 1 hora após a administração. Contém 5 mg do glicocorticóide sintético prednisona,que quando administrado oralmente é rapidamente convertido na prednisolona biologicamente ativa. Os corticóides têm efeitos metabólicos diversos e intensos e modificam a resposta imune a diversos estímulos.
    Indicações:
    Meticorten® Veterinário 5 mg é indicado para cães e gatos, no tratamento de patologias endócrinas,distúrbios músculo-esqueléticos, doenças reumáticas, do colágeno, dermatológicas, alérgicas, oftálmicas,respiratórias, hematológicas e outras que respondem à terapia com corticóides. A terapia corticóide hormonal é complementar à terapia convencional.
    Condições dermatológicas: eczemas não específicos,dermatite de verão e queimaduras.
    Manifestações alérgicas: urticária, dermatite alérgica, reações a medicamentos e soros, asma brônquica e sensibilidade ao pólen.
    Condições oculares: irite, iridociclite, glaucoma secundário, uveíte e corioretinite.
    Condições otológicas: otite externa.
    Condições músculo-esqueléticas: miosite, artrite reumatóide, osteoartrite e bursite.
    Várias doenças crônicas de etiologia desconhecida como colite ulcerativa e nefrite. Na insuficiência adrenal aguda a prednisona pode ser eficaz devido a sua capacidade de corrigir o defeito no metabolismo de carboidratos e aliviar a resposta diurética prejudicada à água, características primária e secundária de insuficiência adrenal. De qualquer forma, devido à significativa ausência de atividade mineralocorticóide, succinato sódico de hidrocortisona, hidrocortisona ou cortisona devem ser usados quando é indicada a retenção de sal.
    Posologia e Modo de Usar:

    Modo de Usar

    Meticorten® Veterinário 5 mg deve ser administrado por via oral nas seguintes dosagens:
    Cães - Ação anti-inflamatória: 0,5 a 1,0 mg/kg, por via oral, a cada 24 horas, o que corresponde de 1 a 2 comprimidos de Meticorten® Veterinário 5 mg para cada 10 kg de peso vivo.
    Ação imunossupressora: 2,0 a 6,0 mg/kg, por via oral, a cada 24 horas, o que corresponde de 4 a 12 comprimidos de Meticorten® Veterinário 5 mg para cada 10 kg de peso vivo.
    Gatos- Ação anti-inflamatória: 2,0 mg/kg, por via oral, a cada 24 horas, o que corresponde 4 comprimidos de Meticorten® Veterinário 5 mg para cada 10 kg de peso vivo.
    Ação imunossupressora: 2,0 a 6,0 mg/kg, por via oral, a cada 24 horas, o que corresponde de 4 a 12 comprimidos de Meticorten® Veterinário 5 mg para cada 10 kg de peso vivo.
    A posologia pode ser alterada conforme características específicas e a severidade da patologia tratada, a critério do Médico Veterinário.
    Se uma resposta satisfatória não for obtida em 7 dias, deve ser realizada uma reavaliação do caso para confirmar o diagnóstico original.
    Tão logo uma resposta clínica satisfatória é obtida, a dose diária deve ser gradualmente reduzida até o fim do tratamento em casos agudos ou até uma dose mínima de manutenção efetiva em casos de condições crônicas (como artrite reumatóide). Em condições crônicas, especialmente artrite reumatóide, é importante que a redução da dosagem inicial até a dose de manutenção seja completada lentamente. A dose de manutenção deve ser ajustada de tempos em tempos, conforme requerido pela flutuação na atividade da doença e condições gerais do animal.
    Diversas experiências demonstram que osbenefícios a longo prazo a serem obtidos com contínua manutenção de corticosteróides são provavelmente maiores com doses menores. Na artrite reumatóide, particularmente, a manutenção de terapia corticosteróide deve ser na dose mais baixa possível.
    Contra-Indicações
    Não administrar em animais com úlcera péptica,úlcera da córnea e hiperadrenocorticismo (Síndrome de Cushing).
    Assim como qualquer medicamento de natureza corticóide, não deve ser administrado durante o último terço da gestação.
    Cuidados
    Pacientes apresentando diabetes, osteoporose,predisposição à tromboflebite, hipertensão, doença cardíaca congestiva, insuficiência renal e tuberculose ativa requerem uso cuidadosamente controlado, sob orientação do Médico Veterinário.
    Algumas dessas condições são raras em cães, porém devem ser mantidas em mente.
    Devido ao seu efeito inibitório na fibroplasia, a prednisona pode mascarar os sinais de infecção ocasionando a disseminação do organismo infectante. Assim, todos os animais em tratamento devem ser observados quanto as evidências de infecções concomitantes, e nesse caso, devem ser mantidas sob controle pelo uso de antibióticos ou pela suspensão do uso deste medicamento.
    Efeitos Colaterais
    Em animais diabéticos, pode ocorrer aumento na necessidade de insulina.
    Balanço negativo de nitrogênio pode ocorrer sobretudo em animais que requerem doses de manutenção pós-tratamento. Medidas para equilibrar a perda de nitrogênio incluem uma alta ingestão de proteínas e administração, quando indicada, de agente anabolizante apropriado.
    Excessiva perda de potássio e retenção de sódio não ocorrem normalmente com administração de prednisona, mas devem ser mantidos em mente e as medidas usuais de regulação empregadas quando necessário.
    Manifestações ecmóticas em cães podem ocorrer,devendo nesse caso, dependendo da severidadedas mesmas, ser a dose reduzida ou o tratamento corticosteróide suspenso.
    Elevação das enzimas SAP e SGTP, perda de peso, anorexia, polidipsia e poliúria podem ocorrer na administração de corticóides sintéticos em cães.
    Em tratamentos prolongados ou repetidos podem ocorrer vômitos, diarréia (raramente sanguinolenta) e Síndrome de Cushing.
    Corticosteróides inibem a atividade endógena adrenocortical, sendo portanto importante a observação cuidadosa não apenas durante, como também após o término do tratamento.
    Caso o animal seja submetido a situação de estresse anormal, como trauma, cirurgia, ou infecção severa, deve ser administrada adequada terapia de suporte adrenocortical com cortisona ou hidrocortisona e até ACTH.
    Conservar em local fresco e seco, ao abrigo dos raios solares e fora do alcance de crianças e animais domésticos.
    Venda sob prescrição e administração sob orientação do Médico Veterinário.
    Apresentação

    Blister contendo 10 comprimidos, acondicionados em cartucho
    Pergunte e veja opiniões de quem já comprou